Em formação

Revisão: Volume 2 - Economia e Sociologia

Revisão: Volume 2 - Economia e Sociologia


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Podemos pensar que os impérios mundiais do petróleo são megálitos invencíveis, dominados pelos interesses americanos, mas Duncan Clarke revela as maneiras como esses impérios enfrentarão enormes desafios no século XXI. Com base na análise afiada da geopolítica contemporânea e um profundo conhecimento da história global, ele mostra exatamente por que esses impérios estão em declínio. Ele explica onde estarão os novos impérios do petróleo ao redor do mundo; quais das ameaças ocultas e inimigos desconhecidos são e serão as mais graves; e onde as empresas erraram e podem melhorar suas estratégias globais. Empires of Oil revela como o mundo mudará por causa das batalhas globais sobre a commodity que sustenta nossas vidas.

“Existem boas razões para acreditar que vivemos um grande período de transição histórica. As mudanças que nos afetam não se limitam a qualquer área do globo, mas se estendem por quase todos os lugares. ' Da introdução Este livro, completamente atualizado com um novo capítulo para esta nova edição, é sobre a mudança global e seu impacto em todos os aspectos de nossas vidas - e na vida das pessoas em diferentes partes do mundo. As mudanças são amplamente positivas, libertando as mulheres, espalhando a democracia e criando novas riquezas.

As empresas familiares podem ser encontradas em todos os setores da atividade comercial, e seus pontos fortes significam que elas florescem melhor onde suas vantagens podem ser plenamente exploradas. Family Businesses: The Essentials é um guia abrangente para todos os aspectos da gestão de uma empresa familiar, desde as questões do dia-a-dia ao planejamento de longo prazo para as gerações futuras. Esta versão nova e completamente revisada do guia anterior para a empresa familiar do autor (Kogan Page; última edição de 1999) fornece uma introdução acessível aos recém-chegados e também oferece aos empresários conhecedores novas percepções e soluções para os problemas especiais que enfrentam. Todas as empresas familiares são diferentes, mas é fundamental que cada uma defina seus valores familiares compartilhados, visão e propósito. Family Businesses: The Essentials mostra como conseguir isso e como permitir que cada geração reinterprete e revitalize essa visão.

Do autor do best-seller Robert Greene vem uma destilação brilhante das estratégias de guerra que podem nos ajudar a ganhar domínio no mundo moderno. Abrangendo civilizações mundiais e sintetizando dezenas de textos políticos, filosóficos e religiosos, "The 33 Strategies of War" é um guia abrangente para o jogo social sutil da vida cotidiana. Com base em lições profundas e atemporais, é abundantemente ilustrado com exemplos do gênio e da loucura de todos, de Napoleão a Margaret Thatcher e Hannibal a Ulysses S. Grant, bem como diplomatas, capitães da indústria e espadachins Samurai.


Alavancas de aprendizagem: relações entre fatores de nível escolar e resultados de alfabetização em escolas de baixa renda na Colômbia

Este estudo examina as relações entre processos escolares e alfabetização em escolas públicas que atendem famílias de baixa renda em uma cidade de médio porte da Colômbia. Nós nos concentramos em quatro categorias de processos escolares: prática instrucional, envolvimento escola-comunidade, bem-estar de alunos, professores e pais e pertencimento à comunidade. Apresentamos dois resultados principais. Primeiro, encontramos uma variação considerável no desempenho da alfabetização entre as escolas, apesar de atender a alunos com características semelhantes de background familiar. Em segundo lugar, descobrimos que pertencer à comunidade é o processo escolar mais importante para prever a alfabetização. Entre as medidas de pertencimento à comunidade, os níveis mais elevados de sentimento de pertencimento dos alunos e os níveis mais baixos de bullying foram associados a uma maior alfabetização. Este estudo contribui para o campo da educação internacional e comparada, destacando a importância das dimensões relacionais e interpessoais dos processos escolares para a aprendizagem das crianças. Nosso estudo também demonstra o valor de adotar uma lente interdisciplinar que combina economia, desenvolvimento infantil e sociologia para compreender melhor as ligações entre os processos escolares e a aprendizagem dos alunos.

Artigo DOI

História

  • Recebido em 09 de julho de 2018
  • Revisado em 23 de dezembro de 2018
  • Revisado em 02 de julho de 2019
  • Revisado em 4 de dezembro de 2019
  • Aceito em 30 de dezembro de 2019
  • Publicado online em 27 de abril de 2020

© 2020 pela Comparative and International Education Society. Todos os direitos reservados.


Sociologia da educação: uma história crítica e perspectivas para o futuro

Este artigo examina a sociologia da educação a partir de sua história recente e tenta avaliar o estado atual do campo. Os autores argumentam que disciplinas cognatas, como economia e política social, assumiram algumas das questões-chave que antes eram reservadas à sociologia da educação. Isso levanta a questão de o que se perde se a sociologia da educação não está mais dando uma contribuição significativa, em áreas-chave, para as grandes questões educacionais, sociais e econômicas da atualidade.

Reconhecimentos

Nossos agradecimentos a Michael Young, Geoff Whitty e Roger Dale.

Notas

1. Esta história começa na década de 1950 e, portanto, exclui desenvolvimentos anteriores a esta (Floud & amp Halsey, 1958 Floud, J. e Halsey, AH 1958. A sociologia da educação (com referência especial ao desenvolvimento da pesquisa na Europa Ocidental e nos Estados Unidos Estados da América). Sociologia Atual, 7 (3): 165-194. [Google Scholar] ). Pode-se argumentar que é a partir desse período que se originam as principais correntes da sociologia da educação que nos trouxeram à situação atual. Talvez nossa omissão mais notável seja o trabalho de Mannheim. Ver, no entanto, as críticas a Mannheim de Floud & amp Halsey (2008 Floud, J. e Halsey, A. H. 1958. A sociologia da educação (com referência especial ao desenvolvimento da pesquisa na Europa Ocidental e nos Estados Unidos da América). Sociologia Atual, 7 (3): 165-194. [Google Scholar]) em sua revisão histórica da disciplina.

2. Houve outros, como Basil Bernstein, que também estava na LSE na época e cujas pesquisas os levaram em outra direção, fio que retomaremos mais adiante neste artigo.


Revisão: Volume 2 - Economia e Sociologia - História

Faculdade de Ciências Humanas e Sociais

Universidade de Ruhuna

Introdução ao corpo docente

A Faculdade de Ciências Humanas e Sociais começou a operar juntamente com o estabelecimento do Ruhuna University College como uma afiliação à Universidade de Colombo. Quando a Universidade de Ruhuna apareceu como uma universidade de pleno direito, a Faculdade de Ciências Humanas e Sociais passou por uma mudança radical como corpo acadêmico. Atualmente, permanece como um corpo docente bem estabelecido, oferecendo bacharelado, mestrado e doutorado em um amplo espectro de disciplinas de diversos campos.

O curso de Ciências Humanas e Sociais é o maior corpo docente da universidade, tendo aproximadamente um corpo discente de 3.000 alunos de graduação e uma ingestão anual de mais de 500 alunos. O corpo docente oferece mais de 400 módulos de curso em 13 disciplinas diversificadas por meio de nove departamentos, uma unidade e dois centros que operam sob sua égide.

A Faculdade de Ciências Humanas e Sociais prepara os alunos para uma vida profissional e disciplinada, proporcionando-lhes uma ampla compreensão das tradições que operam em uma ampla gama de disciplinas de ciências sociais e humanísticas, alcançando nelas a capacidade de aplicar o conhecimento do assunto que eles reúnem-se em sala de aula e campo para resolver problemas e realizar tarefas no mundo contemporâneo e para melhorar sua capacidade de pensamento independente e crítico, análise lógica, comunicação eficaz e participação bem informada no trabalho em equipe. Conseqüentemente, os programas de graduação de Bacharelado em Artes e Bacharelado em Artes constituem trabalho em sala de aula, atividades de campo e leituras e escritos independentes com pesquisa prática e trabalho de projeto.


Revisão Internacional do Trabalho

The International Labour Review (ILR) é um periódico multidisciplinar revisado por pares de âmbito internacional em estudos de trabalho e emprego. Estabelecido em 1921 por decisão do Conselho de Administração da OIT, é publicado trimestralmente em inglês, francês e espanhol e administrado pelo Departamento de Pesquisa da OIT.

O ILR visa o avanço da pesquisa acadêmica e informar o debate político e a tomada de decisões em todos os campos relacionados ao mundo do trabalho, como economia, direito, relações industriais, política social, sociologia e história, publicando e reunindo o pensamento original de acadêmicos e especialistas nessas áreas. Ele também apresenta relatórios concisos sobre os desenvolvimentos atuais e análises das principais publicações recentes consideradas de particular interesse para aqueles que trabalham nessas áreas.

Centenário ILR

O ano de 2021 marca o 100º aniversário do ILR. Para comemorar esse marco, ao longo do ano, o ILR destacará sua história e contribuições multidisciplinares para a pesquisa acadêmica e o debate político em nível global. Ele fará isso com uma linha do tempo interativa, explorando as pessoas e eventos que moldaram a revista nos últimos 100 anos, e uma Coleção do Centenário. Este será composto por um artigo dedicado revisitando a história do ILR e edições do centenário editadas por convidado, examinando temas recorrentes e duradouros de artigos anteriores do ILR. O primeiro desses números virtuais estará disponível em breve.


Explore a coleção OLL: Imagens de liberdade e poder Liberdade Enciclopédica e Indústria

Este ensaio ilustrado explora algumas imagens de & quotliberdade & quot e & quotindustry & quot da Diderot’s Encyclopédie, ou Dictionnaire raisonné des sciences, des arts et des métiers (Enciclopédia ou Dicionário Sistemático das Ciências, Artes e Ofícios) (1751-1772). Eles foram retirados da antologia de artigos do Liberty Fund, Encyclopedic Liberty: Political Articles in the Dictionary of Diderot an.


Pesquisar

A luta pela responsabilidade: confiança e vigilância nas culturas da ciência

Ao substituir os sistemas de auditoria e vigilância pelas relações de confiança e colegialidade que construíram e sustentaram a ciência moderna, os sistemas contemporâneos de gestão de segurança e saúde ambiental buscam reconstruir as rotinas e rituais cotidianos da prática científica, transformando-os em elementos de uma nova forma de sociabilidade. Embora a vigilância e a auditoria sejam familiares nos negócios e no governo, são estranhas ao mundo da ciência e à vida profissional dos cientistas, onde as tradições de autonomia e responsabilidade individual foram tão poderosas na criação da autoridade da ciência. Este projeto explora um confronto entre a autoridade da lei e a autoridade da ciência e o faz no próprio coração da ciência: no laboratório, um complexo local de trabalho tecnologicamente organizado.

Desenvolvendo Liderança Diversa para Engenharia

Com os colegas Brian Rubineau, Erin Cech e Carroll Seron, Silbey está conduzindo um estudo de painel longitudinal de estudantes de engenharia, desde o início da faculdade até o local de trabalho. Financiada pela National Science Foundation, a pesquisa revisa os painelistas a cada cinco anos após a formatura (2007). Nosso modelo teórico julga entre as explicações conflitantes mais importantes para a estratificação de gênero persistente no emprego profissional, testando teorias psicológicas sociais de diferenças individuais e de gênero causais, processos de cultura em nível organizacional, climas frios e teorias simbólicas e de capital social sobre a eficácia das redes sociais . A pesquisa foi projetada para identificar lacunas em nossa compreensão, bem como abordar alguns dos problemas metodológicos associados a responder a questões pendentes sobre gênero em ocupações STEM.

“Preconceito e crença na meritocracia em IA e engenharia”

Administrando a lacuna: Gerenciando a conformidade em organizações complexas

Em colaboração com Ruthanne Huising, Silbey está sintetizando pesquisas sobre aplicação de regulamentações e conformidade com estudos etnográficos da regulamentação de laboratórios científicos. As políticas neoliberais dos últimos quarenta anos desconstruíram alguns dos mecanismos mais críticos do estado regulatório, deixando em seu rastro uma abundância de inconsistências e contradições como resíduos da história xadrez da regulação governamental do século XX. Embora corramos o risco de agravar as crises ao ignorar as lições da história, as circunstâncias em que agimos nunca são exatamente as mesmas. Assim, este projeto procura identificar as condições que distinguem sucessos e fracassos regulatórios ao longo da história e das culturas, e coloca à frente e no centro do projeto as disciplinas organizadas da regulação. Olhamos dentro das organizações regulamentadas, reconhecendo-as como uma rede de transações e normas, para examinar Como as as práticas organizacionais formais e informais transformam os requisitos regulamentares em atividades normalizadas. Mapeamos a gama de pesquisas sobre governança de fachada (trabalho de linha de frente), enquanto exibimos as suposições e implicações de cada alavanca (nudge (individual), burocracia (funções, regras e procedimentos), governança relacional (rede), cultura organizacional (premissas, valores e artefatos) frequentemente incorporados em recomendações para formuladores de políticas ou gerentes organizacionais. Para trabalhos publicados, consulte "The Sociological Citizen: Pragmatic and relational Regulation in Law and organization", Regulamentação e governança, Volume 5, 2011, pp. 14-42 “From Nudge to Culture and Back Again: Coalface Governance in the Regulated Organization”, Revisão Anual de Direito e Ciências Sociais, Volume 14, 2018, 91-114.


Revisão: Volume 2 - Economia e Sociologia - História

Sociology s Greatest Hits: Os 25 artigos mais citados nas principais revistas de Sociologia e Demografia. ( Todos podem ser encontrados no JSTOR).

American Journal of Sociology

Título: ECONÔMICO-AÇÃO E SOCIAL-ESTRUTURA - O PROBLEMA DA EMBARQUE
Autor (es): GRANOVETTER M
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 91 Edição: 3 Páginas: 481-510 Publicação: 1985
Times citados: 2.639

Título: FORÇA DOS LAÇOS FRACOS
Autor (es): GRANOVET.MS
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 78 Edição: 6 Páginas: 1360-1380 Publicação: 1973
Times citados: 2.354

Título: ORGANIZAÇÕES INSTITUCIONALIZADAS - FORMAL-ESTRUTURA COMO MITO E CERIMÔNIA
Autor (es): MEYER JW, ROWAN B
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 83 Edição: 2 Páginas: 340-363 Publicação: 1977
Times citados: 2.222

Título: ECOLOGIA DA POPULAÇÃO DAS ORGANIZAÇÕES
Autor (es): HANNAN MT, FREEMAN J
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 82 Edição: 5 Páginas: 929-964 Publicado: 1977
Vezes citadas: 1.204

Título: MOBILIZAÇÃO DE RECURSOS E MOVIMENTOS SOCIAIS - TEORIA PARCIAL
Autor (es): MCCARTHY JD, ZALD MN
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 82 Edição: 6 Páginas: 1212-1241 Publicação: 1977
Times citados: 823

Título: NOTAS SOBRE O CONCEITO DE COMPROMISSO
Autor (es): BECKER HS
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 66 Edição: 1 Páginas: 32-40 Publicação: 1960
Times citados: 721

Título: ANÁLISE DE CAMINHOS - EXEMPLOS SOCIOLÓGICOS
Autor (es): DUNCAN OD
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 72 Edição: 1 Páginas: 1-16 Publicação: 1966
Times citados: 679

Título: ESTRUTURA COMUNITÁRIA E CRIME - TESTE DA TEORIA DA DESORGANIZAÇÃO SOCIAL
Autor (es): SAMPSON RJ, GROVES WB
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 94 Edição: 4 Páginas: 774-802 Publicado: JAN 1989
Times citados: 594

Título: CAPITAL SOCIAL NA CRIAÇÃO DE CAPITAL HUMANO
Autor (es): COLEMAN JS
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 94 Páginas: S95-S120 Suplemento: Supl. Publicado em: 1988
Times citados: 575

Título: A PROFISSIONALIZAÇÃO DE TODOS
Autor (es): WILENSKY HL
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 70 Edição: 2 Páginas: 137-158 Publicação: 1964
Times citados: 549

Título: A ECONOMIA DA ORGANIZAÇÃO - A ABORDAGEM DO CUSTO DA TRANSAÇÃO
Autor (es): WILLIAMSON OE
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 87 Edição: 3 Páginas: 548-577 Publicação: 1981
Times citados: 540

Título: PAPÉIS DO SEXO DE ADULTOS E DOENÇA MENTAL
Autor (es): GOVE WR, TUDOR JF
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 78 Edição: 4 Páginas: 812-835 Publicação: 1973
Times citados: 511

Título: OS VIZINHOS INFLUENCIAM O DESENVOLVIMENTO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES
Autor (es): BROOKSGUNN J, DUNCAN GJ, KLEBANOV PK, et al.
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 99 Edição: 2 Páginas: 353-395 Publicado: SET 1993
Times citados: 490

Título: UMA TEORIA DA ESTRUTURA - DUALIDADE, AGÊNCIA E TRANSFORMAÇÃO
Autor (es): SEWELL WH
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 98 Edição: 1 Páginas: 1-29 Publicação: JUL 1992
Times citados: 482

Título: TRABALHO DE EMOÇÃO, REGRAS DE SENTIMENTO E ESTRUTURA SOCIAL
Autor (es): HOCHSCHILD AR
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 85 Edição: 3 Páginas: 551-575 Publicação: 1979
Times citados: 475

Título: A CIDADE COMO UMA MÁQUINA DE CRESCIMENTO - RUMO A UMA ECONOMIA POLÍTICA DO LUGAR
Autor (es): MOLOTCH H
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 82 Edição: 2 Páginas: 309-332 Publicação: 1976
Times citados: 470

Título: ALGUNS EFEITOS DAS PROPORÇÕES NA VIDA DO GRUPO - RELAÇÕES SEXUAIS DIFERENTES E RESPOSTAS À MULHERES TOKEN
Autor (es): KANTER RM
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 82 Edição: 5 Páginas: 965-990 Publicação: 1977
Times citados: 457

Título: O IMPACTO DO ESTADO SOCIAL, ESTRUTURA DA FAMÍLIA E DA VIZINHANÇA NA FERTILIDADE DE ADOLESCENTES NEGROS
Autor (es): HOGAN DP, KITAGAWA EM
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 90 Edição: 4 Páginas: 825-855 Publicação: 1985
Times citados: 438

Título: ESTRUTURA SOCIAL DE MÚLTIPLAS REDES .1. MODELOS DE BLOCO DE PAPÉIS E POSIÇÕES
Autor (es): WHITE HC, BOORMAN SA, BREIGER RL
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 81 Edição: 4 Páginas: 730-780 Publicação: 1976
Times citados: 425

Título: DISCURSO NA MÍDIA E OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ENERGIA NUCLEAR - UMA ABORDAGEM CONSTRUCIONISTA
Autor (es): GAMSON WA, MODIGLIANI A
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 95 Edição: 1 Páginas: 1-37 Publicação: JUL 1989
Times citados: 420

Título: EMBUDAÇÃO E IMIGRAÇÃO - NOTAS SOBRE OS DETERMINANTES SOCIAIS DA AÇÃO ECONÔMICA
Autor (es): PORTES A, SENSENBRENNER J
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 98 Edição: 6 Páginas: 1320-1350 Publicação: MAIO 1993
Times citados: 411

Título: CONDIÇÕES DE CERIMÔNIAS DE DEGRADAÇÃO DE SUCESSO
Autor (es): GARFINKEL H
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 61 Edição: 5 Páginas: 420-424 Publicação: 1956
Times citados: 387

Título: COMPORTAMENTO SOCIAL COMO INTERCÂMBIO
Autor (es): HOMANS GC
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 63 Edição: 6 Páginas: 597-606 Publicação: 1958
Times citados: 379

Título: CONTAGIÃO SOCIAL E INOVAÇÃO - COESÃO VERSUS EQUIVALÊNCIA ESTRUTURAL
Autor (es): BURT RS
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 92 Edição: 6 Páginas: 1287-1335 Publicado: MAIO 1987
Times citados: 376

Título: MODELOS DE LIMIAR DE COMPORTAMENTO COLETIVO
Autor (es): GRANOVETTER M
Fonte: AMERICAN JOURNAL OF SOCIOLOGY Volume: 83 Edição: 6 Páginas: 1420-1443 Publicação: 1978
Times citados: 362

American Review of Sociology

Título: A GAIOLA DE FERRO REVISITADA - ISOMORFISMO INSTITUCIONAL E RACIONALIDADE COLETIVA EM CAMPOS ORGANIZACIONAIS
Autor (es): DIMAGGIO PJ, POWELL WW
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 48 Issue: 2 Pages: 147-160 Publicado: 1983
Times citados: 2,651

Título: A NORMA DA RECIPROCIDADE - UMA DECLARAÇÃO PRELIMINAR
Autor (es): GOULDNER AW
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 25 Issue: 2 Pages: 161-178 Publicado: 1960
Times citados: 1,528

Título: RELAÇÕES DE DEPENDÊNCIA DE POTÊNCIA
Autor (es): EMERSON RM
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 27 Issue: 1 Pages: 31-41 Publicado: 1962
Times citados: 1,033

Título: INÉRCIA ESTRUTURAL E MUDANÇA ORGANIZACIONAL
Autor (es): HANNAN MT, FREEMAN J
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 49 Issue: 2 Pages: 149-164 Publicado: 1984
Times citados: 965

Título: CONTAS
Autor (es): SCOTT MB, LYMAN SM
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 33 Issue: 1 Pages: 46-62 Publicado: 1968
Times citados: 900

Título: CULTURA EM AÇÃO - SÍMBOLOS E ESTRATÉGIAS
Autor (es): SWIDLER A
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 51 Issue: 2 Pages: 273-286 Publicado: ABR 1986
Times citados: 871

Título: TÉCNICAS DE NEUTRALIZAÇÃO - UMA TEORIA DA DELINQUÊNCIA
Autor (es): SYKES GM, MATZA D
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 22 Issue: 6 Pages: 664-670 Publicado: 1957
Times citados: 781

Título: RELAÇÕES NÃO CONTRATUAIS EM NEGÓCIOS - UM ESTUDO PRELIMINAR
Autor (es): MACAULAY S
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 28 Issue: 1 Pages: 55-67 Publicado: 1963
Times citados: 779

Título: TENDÊNCIAS DE MUDANÇA SOCIAL E TAXA DE CRIME - ABORDAGEM DE ATIVIDADE DE ROTINA
Autor (es): COHEN LE, FELSON M
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 44 Issue: 4 Pages: 588-608 Publicado: 1979
Times citados: 768

Título: QUADRO PARA ANÁLISE COMPARATIVA DE ORGANIZAÇÕES
Autor (es): PERROW C
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 32 Issue: 2 Pages: 194-208 Publicado: 1967
Times citados: 751

Título: PROCESSOS DE ALINHAMENTO DE QUADRO, MICROMOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE MOVIMENTO
Autor (es): SNOW DA, WORDEN SK, ROCHFORD EB, et al.
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 51 Issue: 4 Pages: 464-481 Publicado: AGO 1986
Times citados: 720

Título: INTEGRAÇÃO SOCIAL E CERTOS COROLÁRIOS - UM ESTUDO EXPLORATÓRIO
Autor (es): SROLE L
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 21 Issue: 6 Pages: 709-716 Publicado: 1956
Times citados: 701

Título: SOBRE O SIGNIFICADO DA ALIENAÇÃO
Autor (es): SEEMAN M
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 24 Issue: 6 Pages: 783-791 Publicado: 1959
Times citados: 697

Título: DECOMPOSIÇÃO DE EFEITOS NA ANÁLISE DE CAMINHO
Autor (es): ALWIN DF, HAUSER RM
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 40 Issue: 1 Pages: 37-47 Publicação: 1975
Times citados: 600

Título: O COORTE COMO CONCEITO NO ESTUDO DA MUDANÇA SOCIAL
Autor (es): RYDER NB
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 30 Issue: 6 Pages: 843-861 Publicado: 1965
Times citados: 569

Título: UMA INTRODUÇÃO ÀS BIAS DE SELEÇÃO DE AMOSTRAS EM DADOS SOCIOLÓGICOS
Autor (es): BERK RA
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 48 Issue: 3 Pages: 386-398 Publicado: 1983
Times citados: 538

Título: UMA TEORIA DO PAPEL STRAIN
Autor (es): GOODE WJ
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 25 Issue: 4 Pages: 483-496 Publicado: 1960
Times citados: 530

Título: As fontes e consequências da integração para o desempenho econômico das organizações: O efeito de rede
Autor (es): Uzzi B
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 61 Issue: 4 Pages: 674-698 Publicado: AGO 1996
Times citados: 450

Título: A CONCEPÇÃO SUPEROCIALIZADA DO HOMEM NA SOCIOLOGIA MODERNA
Autor (es): WRONG DH
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 26 Issue: 2 Pages: 183-193 Publicado: 1961
Times citados: 445

Título: ATRIBUIÇÃO DE NÚMEROS PARA CATEGORIAS DE ORDEM DE RANK
Autor (es): LABOVITZ S
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 35 Issue: 3 Pages: 515-524 Publicado: 1970
Times citados: 417

Título: INTERAÇÃO E ADAPTAÇÃO - INTIMIDADE COMO VARIÁVEL CRÍTICA
Autor (es): LOWENTHAL MF, HAVEN C
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 33 Issue: 1 Pages: 20-30 Publicado: 1968
Times citados: 412

Título: ALIENAÇÃO - SEU SIGNIFICADO E MEDIDA
Autor (es): DEAN DG
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 26 Issue: 5 Pages: 753-758 Publicado: 1961
Times citados: 406

Título: ANEXO DA COMUNIDADE NA SOCIEDADE DE MASSA
Autor (es): KASARDA JD, JANOWITZ M
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 39 Issue: 3 Pages: 328-339 Publicado: 1974
Times citados: 403

Título: TEORIA FORMAL DA DIFERENCIAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES
Autor (es): BLAU PM
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 35 Issue: 2 Pages: 201-218 Publicação: 1970
Times citados: 401

Título: MÚLTIPLAS IDENTIDADES E BEM-ESTAR PSICOLÓGICO - UMA REFORMULAÇÃO E TESTE DA HIPÓTESE DE ISOLAMENTO SOCIAL
Autor (es): THOITS PA
Fonte: AMERICAN SOCIOLOGICAL REVIEW Volume: 48 Issue: 2 Pages: 174-187 Publicado: 1983
Times citados: 390

Título: RELAÇÃO ENTRE PAPÉIS SEXUAIS, ESTADO MARITAL E DOENÇA MENTAL
Autor (es): GOVE WR
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 51 Edição: 1 Páginas: 34- & amp Publicado: 1972
Times citados: 469

Título: AS DIMENSÕES DA SEGREGAÇÃO RESIDENCIAL
Autor (es): MASSEY DS, DENTON NA
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 67 Edição: 2 Páginas: 281-315 Publicado: DEZ 1988
Times citados: 367

Título: CONFIANÇA COMO REALIDADE SOCIAL
Autor (es): LEWIS JD, WEIGERT A
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 63 Issue: 4 Pages: 967-985 Publicado: 1985
Times citados: 295

Título: EFEITO DAS CRIANÇAS E DO EMPREGO NA SAÚDE MENTAL DE HOMENS E MULHERES CASADOS
Autor (es): GOVE WR, GEERKEN MR
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 56 Edição: 1 Páginas: 66-76 Publicação: 1977
Times citados: 259

Título: ALGUMAS OBSERVAÇÕES SOBRE MEDIDAS E ESTATÍSTICAS
Autor (es): LABOVITZ S
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 46 Edição: 2 Páginas: 151-160 Publicação: 1967
Times citados: 228

Título: ORGANIZAÇÕES DE MOVIMENTO SOCIAL - CRESCIMENTO, DETERIORAÇÃO E MUDANÇA
Autor (es): ZALD MN, ASH R
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 44 Issue: 3 Pages: 327-340 Publicado: 1966
Times citados: 220

Título: EFEITOS DA ESTRATIFICAÇÃO INDUSTRIAL, OCUPACIONAL E SEXUAL NOS SALÁRIOS NOS MERCADOS DE COLAR AZUL
Autor (es): BIBB R, FORM WH
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 55 Issue: 4 Pages: 974-996 Publicado: 1977
Times citados: 204

Título: UMA ESCALA DE DOGMATISMO DE FORMA CURTA PARA USO EM ESTUDOS DE CAMPO
Autor (es): TROLDAHL VC, POWELL FA
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 44 Edição: 2 Páginas: 211-214 Publicação: 1965
Times citados: 192

Título: Alguém está fazendo o trabalho doméstico? Tendências na divisão de gênero do trabalho doméstico
Autor (es): Bianchi SM, Milkie MA, Sayer LC, et al.
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 79 Edição: 1 Páginas: 191-228 Publicado: SEP 2000
Times citados: 171

Título: REDES SOCIAIS, CONSULTA LEIGA E COMPORTAMENTO DE BUSCA DE AJUDA
Autor (es): MCKINLAY JB
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 51 Edição: 3 Páginas: 275-292 Publicação: 1973
Times citados: 168

Título: ENVOLVIMENTO RELIGIOSO E SAÚDE DO IDOSO - ALGUMAS HIPÓTESES E UM TESTE INICIAL
Autor (es): IDLER EL
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 66 Edição: 1 Páginas: 226-238 Publicado: SEP 1987
Times citados: 166

Título: PAPÉIS NAS OBSERVAÇÕES DE CAMPO SOCIOLÓGICO
Autor (es): GOLD RL
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 36 Issue: 3 Pages: 217-223 Publicado: 1958
Times citados: 165

Título: A DIVISÃO DO TRABALHO EM CASA
Autor (es): ROSS CE
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 65 Edição: 3 Páginas: 816-833 Publicado: MAR 1987
Times citados: 164

Título: O ALONGAMENTO DE VALOR DE CLASSE INFERIOR
Autor (es): RODMAN H
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 42 Edição: 2 Páginas: 205-215 Publicação: 1963
Times citados: 155

Título: Bairros extremamente desfavorecidos e crime urbano
Autor (es): Krivo LJ, Peterson RD
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 75 Issue: 2 Pages: 619-648 Publicado: DEC 1996
Times citados: 148

Título: POSIÇÕES EM REDES
Autor (es): BURT RS
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 55 Edição: 1 Páginas: 93-122 Publicação: 1976
Times citados: 143

Título: MEDINDO A FORÇA DO LAÇO
Autor (es): MARSDEN PV, CAMPBELL KE
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 63 Edição: 2 Páginas: 482-501 Publicado: 1984
Times citados: 136

Título: RELIGIOSIDADE EM 5-D - ANÁLISE EMPÍRICA
Autor (es): FAULKNER JE, DEJONG GF
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 45 Edição: 2 Páginas: 246-254 Publicação: 1966
Times citados: 131

Título: A HIPÓTESE DE CONTATO REVISITADA - INTERAÇÃO PRETO-BRANCO E ATITUDES RACIAIS POSITIVAS
Autor (es): SIGELMAN L, WELCH S
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 71 Issue: 3 Pages: 781-795 Publicado: MAR 1993
Times citados: 130

Título: DUALIDADE DE PESSOAS E GRUPOS
Autor (es): BREIGER RL
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 53 Edição: 2 Páginas: 181-190 Publicação: 1974
Times citados: 130

Título: CONTEXTO SOCIAL E COMPORTAMENTO DO ADOLESCENTE - O IMPACTO DA COMUNIDADE NA TRANSIÇÃO PARA A ATIVIDADE SEXUAL
Autor (es): BREWSTER KL, BILLY JOG, GRADY WR
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 71 Edição: 3 Páginas: 713-740 Publicado: MAR 1993
Times citados: 128

Título: RAÇA, REDES DE KIN E ASSISTÊNCIA ÀS FAMÍLIAS DE MÃE
Autor (es): HOGAN DP, HAO LX, PARISH WL
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 68 Issue: 3 Pages: 797-812 Publicado: MAR 1990
Times citados: 128

Título: A medida da religião americana: em direção a melhorar o estado da arte
Autor (es): Steensland B, Park JZ, Regnerus MD, et al.
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 79 Edição: 1 Páginas: 291-318 Publicado: SEP 2000
Times citados: 125

Título: VINCULANDO AS DIMENSÕES DE MICROLEVEL E MACROLEVEL DA ORGANIZAÇÃO SOCIAL COMUNITÁRIA
Autor (es): SAMPSON RJ
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 70 Edição: 1 Páginas: 43-64 Publicado: SEP 1991
Times citados: 123

Título: ESTRUTURA DE ESCOLHAS DE AMIZADE DE ADULTOS
Autor (es): VERBRUGGE LM
Fonte: SOCIAL FORCES Volume: 56 Edição: 2 Páginas: 576-597 Publicação: 1977
Times citados: 122

Título: IMPACTO DA HETEROGENEIDADE NA FRAILIDADE INDIVIDUAL NA DINÂMICA DA MORTALIDADE
Autor (es): VAUPEL JW, MANTON KG, STALLARD E
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 16 Edição: 3 Páginas: 439-454 Publicado: 1979
Times citados: 470

Título: TEORIA DA MIGRAÇÃO
Autor (es): LEE ES
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 3 Edição: 1 Páginas: 47-57 Publicado: 1966
Times citados: 360

Título: Estimando efeitos de riqueza sem dados de despesas - Ou lágrimas: um aplicativo para matrículas educacionais nos estados da Índia
Autor (es): Filmer D, Pritchett LH
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 38 Edição: 1 Páginas: 115-132 Publicado: FEV 2001
Times citados: 256

Título: ESTIMATIVAS NACIONAIS DE COABITAÇÃO
Autor (es): BUMPASS LL, SWEET JA
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 26 Edição: 4 Páginas: 615-625 Publicado: NOV 1989
Times citados: 245

Título: CRIANÇAS E IDOSOS - CAMINHOS DIVERGENTES PARA DEPENDENTES DA AMÉRICA
Autor (es): PRESTON SH
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 21 Edição: 4 Páginas: 435-457 Publicado: 1984
Times citados: 230

Título: HIPERSEGREGAÇÃO EM ÁREAS METROPOLITANAS DOS ESTADOS UNIDOS - SEGREGAÇÃO PRETA E HISPÂNICA EM 5 DIMENSÕES
Autor (es): MASSEY DS, DENTON NA
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 26 Edição: 3 Páginas: 373-391 Publicado: AGO 1989
Times citados: 228

Título: TENDÊNCIAS RECENTES NA DISRUPÇÃO MARITAL
Autor (es): MARTIN TC, BUMPASS LL
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 26 Edição: 1 Páginas: 37-51 Publicado: FEV 1989
Times citados: 226

Título: O casamento importa?
Autor (es): Waite LJ
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 32 Edição: 4 Páginas: 483-507 Publicado: NOV 1995
Times citados: 198

Título: O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A FAMÍLIA - INTERAÇÕES ENTRE MUDANÇA DEMOGRÁFICA E INSTITUCIONAL
Autor (es): BUMPASS LL
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 27 Edição: 4 Páginas: 483-498 Publicado: NOV 1990
Times citados: 181

Título: A era dos extremos: riqueza concentrada e pobreza no século XXI
Autor (es): Massey DS
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 33 Edição: 4 Páginas: 395-412 Publicado: NOV 1996
Times citados: 175

Título: UMA RECONSIDERAÇÃO DAS CONSEQUÊNCIAS ECONÔMICAS DA DISSOLUÇÃO MARITAL
Autor (es): DUNCAN GJ, HOFFMAN SD
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 22 Edição: 4 Páginas: 485-497 Publicado: 1985
Times citados: 173

Título: CRIANÇAS E DISRUPÇÃO MARITAL - UMA REPLICAÇÃO E ATUALIZAÇÃO
Autor (es): BUMPASS LL
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 21 Edição: 1 Páginas: 71-82 Publicado: 1984
Times citados: 165

Título: DIFERENCIAIS DE MORTALIDADE POR ESTADO MARITAL - UMA COMPARAÇÃO INTERNACIONAL
Autor (es): HU YR, GOLDMAN N
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 27 Edição: 2 Páginas: 233-250 Publicado: MAIO 1990
Times citados: 164

Título: SATISFAÇÃO RESIDENCIAL COMO VARIÁVEL INTERVENÇÃO NA MOBILIDADE RESIDENCIAL
Autor (es): SPEARE A
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 11 Edição: 2 Páginas: 173-188 Publicação: 1974
Times citados: 163

Título: EQUIDADE AMBIENTAL - A DEMOGRAFIA DO DUMPING
Autor (es): ANDERTON DL, ANDERSON AB, OAKES JM, et al.
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 31 Edição: 2 Páginas: 229-248 Publicado: MAIO 1994
Times citados: 151

Título: REAVALIANDO OS CUSTOS DA CRIANÇA ADOLESCENTE
Autor (es): HOFFMAN SD, FOSTER EM, FURSTENBERG FF
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 30 Edição: 1 Páginas: 1-13 Publicação: FEV 1993
Times citados: 144

Título: ENTRADA NO CASAMENTO E PAINEL DE JOVENS - A INFLUÊNCIA DO ANTECEDENTES FAMILIARES
Autor (es): MICHAEL RT, TUMA NB
Fonte: DEMOGRAFIA Volume: 22 Edição: 4 Páginas: 515-544 Publicação: 1985
Times citados: 140

Título: COMO SERÁ 1984 - IMPLICAÇÕES SOCIOECONÔMICAS DE TORÇÕES RECENTES NA ESTRUTURA DE IDADE
Author(s): EASTERLIN RA
Source: DEMOGRAPHY Volume: 15 Issue: 4 Pages: 397-432 Published: 1978
Times Cited: 139

Title: Religious involvement and US adult mortality
Author(s): Hummer RA, Rogers RG, Nam CB, et al .
Source: DEMOGRAPHY Volume: 36 Issue: 2 Pages: 273-285 Published: MAY 1999
Times Cited: 138

Title: FALL IN HOUSEHOLD SIZE AND RISE OF PRIMARY INDIVIDUAL IN UNITED-STATES
Author(s): KOBRIN FE
Source: DEMOGRAPHY Volume: 13 Issue: 1 Pages: 127-138 Published: 1976
Times Cited: 138

Title: EDUCATIONAL-ATTAINMENT OF CHILDREN FROM SINGLE-PARENT FAMILIES - DIFFERENCES BY EXPOSURE, GENDER, AND RACE
Author(s): KREIN SF, BELLER AH
Source: DEMOGRAPHY Volume: 25 Issue: 2 Pages: 221-234 Published: MAY 1988
Times Cited: 135

Title: A HAZARDS-MODEL ANALYSIS OF THE COVARIATES OF INFANT AND CHILD-MORTALITY IN SRI-LANKA
Author(s): TRUSSELL J, HAMMERSLOUGH C
Source: DEMOGRAPHY Volume: 20 Issue: 1 Pages: 1-26 Published: 1983
Times Cited: 132

Title: UNDERREPORTING OF ABORTION IN SURVEYS OF UNITED-STATES WOMEN - 1976 TO 1988
Author(s): JONES EF, FORREST JD
Source: DEMOGRAPHY Volume: 29 Issue : 1 Pages: 113-126 Published: FEB 1992
Times Cited: 127

Title: CHANGES IN THE PROPENSITY TO LIVE ALONE - 1950-1976
Author(s): MICHAEL RT, FUCHS VR, SCOTT SR
Source: DEMOGRAPHY Volume: 17 Issue: 1 Pages: 39-56 Published: 1980
Times Cited: 124

Title: RESIDENTIAL SEGREGATION IN URBANIZED AREAS OF UNITED-STATES IN 1970 - ANALYSIS OF SOCIAL-CLASS AND RACIAL-DIFFERENCES
Author(s): FARLEY R
Source: DEMOGRAPHY Volume: 14 Issue: 4 Pages: 497-518 Published: 1977
Times Cited: 124


Clinical Significance

Informed consent is required for many aspects of health care.[16][17][1] These include consent for:

Obtaining informed consent in medicine is process that should include: (1) describing the proposed intervention, (2) emphasizing the patient's role in decision-making, (3) discussing alternatives to the proposed intervention, (4) discussing the risks of the proposed intervention and (5) eliciting the patient's preference (usually by signature). Discussion of all risks is paramount to informed consent in this context. Most consent includes general risks, risks specific to the procedure, risks of no treatment and alternatives to treatment.  Additionally, many consent forms express that there are no guarantees that the proposed procedure will provide a cure to the problem being addressed.

Patient safety is a major focus in health care, and effective informed consent is considered a patient safety issue. The Joint Commission recently addressed the਌hallenges to਎nsuring�tive informed consent. The emphasis of a patient signature as an indication of understanding is being called into question. The process of informed consent is shifting to focus more on communication and less on signatures. Studies of informed consent have found that there are many barriers to obtaining effective informed consent. One major barrier is that some consent forms contain language that is at too high a reading level for many patients. Use of visual and digital communication tools is being encouraged to address some the inefficiencies in the process of obtaining consent. Patients shouldꂾ actively engaged as a way to enhance communication and ensure patient safety and understanding. 

Informed consent may be waived in emergency situations if there is no time to obtain consent or if the patient is unable to communicate and no surrogate decision maker is available. Also, not every procedure requires explicit informed consent. For example taking a patient's blood pressure is a part of many medical treatments. However, a discussion regarding the risks and benefits of using a sphygmomanometer usually is not required.

Clinical Significance in Human Clinical Studies

Informed consent is mandatory for all clinical trials involving human beings. The consent process must respect the patient's ability to make decisions and adhere the individual hospital rules for clinical studies. Adherence to ethical standards in study design and execution is usually monitored by an Institutional Review Board (IRB). The IRB was established in the United States in 1974 by the National Research Act which called for regulation in human research that was prompted by questionable research tactics used in the Tuskegee syphillis਎xperiments and others. Ethical and safe research standards have been an area of federal and presidential interest since then, with the development of many organizations and task forces since 1974򠷭icated to this topic alone. Valid informed consent for research must include three major elements: (1) disclosure of information, (2) competency of the patient (or surrogate) to make a decision, and (3) voluntary nature of the decision. US federal regulations require a full, detailed explanation of the study and its potential risks. 

An IRB may waive informed consent if certain conditions are met.  Paramount to this is that thereꂾ 'minimal risk' to the research participants. One example of minimal risk research is the assessment of interventions that normally occur in emergency situations. Examples of this include studying medications used for intubations in the emergency room or conducting a retrospective chart review.

Shared Decision Making

Informed consent isਊ collaborative process allowing patients and healthcare providers to make decisions together when more than one reasonable alternative exists, accounting for the patient’s unique preferences and priorities and the best scientific evidence available.  

It is most appropriate in weighing the benefits and harms of invasive procedures, computed tomography (CT), and post-ED disposition including the use of thrombolytics for acute ischemic stroke, lumbar puncture to rule out subarachnoid hemorrhage, and CT for minor pediatric head injuries.

Shared decision-making (SDM) challenges in Emergency Medicine include patient, provider, system and evidence level limitations. Examples include: (1) if patients are capable of or willing to engage in򠷬ision making (2) if providers feel it provides more or less medico-legal protection, (3) if the Emergency Department is overwhelmed and time is of the essence to make decisions, and (4) if the facility lacks well-validated risk prediction tools to guide decision making.


Economics & Human Biology

Economics and Human Biology is devoted to the exploration of the effect of socio-economic processes sobre humano beings as biological organisms. Research covered in this (quarterly) interdisciplinary journal is not bound by temporal or geographic limitations.

Economics and Human Biology is devoted to the exploration of the effect of socio-economic processes sobre humano beings as biological organisms. Research covered in this (quarterly) interdisciplinary journal is not bound by temporal or geographic limitations.

  • The impact of socio-economic processes, such as industrialization, urbanization, agricultural policy, technological change and commercialization and the degree of penetration of the world food system on biological welfare and health outcomes.
  • The effects of government intervention programs, as well as macroeconomic and public health policy on the human organism at either the individual or the population level.
  • Feedback effects from human biological outcomes to economic growth at the national, regional and local levels insofar as healthier individuals invariably lead longer more creative and more productive lives, influencing thereby the course of economic development.
  • The complex symbiotic relationship between such anthropometric indicators as weight, birth-weight, physical stature and the body-mass-index, as well as morbidity and mortality, on the one hand and socio-economic processes or events on the other.
  • The conceptualization of health and health models in economic theory.
  • The measurement of poverty, malnutrition and psychological deprivation and the role of health and income inequality in the persistence of poverty traps.
  • The biological components of the quality of life: how well does the human organism itself thrive in its socio-economic and epidemiological environment.
  • Health and economic systems environment and health health in the transition economies.
  • Statistical, econometric, methodological and philosophical issues associated with the measurement and modeling of these relationships.

Contributions in auxology, anthropometry, biocultural anthropology, demography, development economics, economic history, epidemiology, health economics, human biology, human nutrition, health sciences, medicine, physical anthropology, public health and sociology are welcomed.


Assista o vídeo: Ocena zgodności z Konstytucją RP wybranych przepisów Traktatu o Unii Europejskiej - zdania odrębne (Pode 2022).